Apresentação

A poluição sonora é a terceira forma de poluição que mais afeta o planeta. Dada a sua repercussão na saúde e no meio ambiente, é considerada um problema de Saúde Pública mundial. Por conviver diariamente com o barulho, a humanidade está acostumada com sua presença e, em muitos casos, não percebe seus efeitos maléficos na saúde e na qualidade de vida. O resultado disso é que, infelizmente, tem crescido a incidência de perdas auditivas causadas pelo ruído, inclusive em crianças e adolescentes. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 120 milhões de pessoas no mundo têm a audição afetada pelo ruído. Além da perda auditiva, há que se considerar os efeitos extra-auditivos da poluição sonora na saúde e no ambiente.

Por este conjunto de fatores, há 16 anos, na última quarta-feira do mês de abril, a  League for the Hard of Hearing, atualmente o Center for Hearing and Comunication, promove mundialmente um evento de conscientização, que consiste em 60 segundos de silêncio, para destacar o impacto do ruído na vida cotidiana, proporcionando aos participantes uma pausa e uma oportunidade de conscientização sobre um problema que atinge a todos. No Brasil, a campanha tem o nome de INAD Brasil (seguindo o nome original International Noise Awareness Day ou INAD) ou Dia Internacional de Conscientização sobre o Ruído e conta desde 2008 com o apoio da Sociedade Brasileira de Acústica (Sobrac) e diversas universidade. Desde 2009 a campanha conta também com o apoio da Academia Brasileira de Audiologia (ABA) e desde 2010 também com o apoio da Universidade Federal de Santa Maria e em especial do Curso de Engenharia Acústica desta universidade.

Print Friendly, PDF & Email